+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login
+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login

O período de validade do Vax é um problema

 255 total views,  10 views today

Publicado:27/08/2021


Dois países da UE estabeleceram limites de tempo para a validade dos certificados de vacinação para visitantes que chegam, visto que a questão da eficácia das vacinas COVID-19 ao longo do tempo está sendo examinada por cientistas em todo o mundo.

A Áustria só aceitará viajantes que tenham sido totalmente vacinados no prazo de 270 dias antes da viagem. Para a Croácia, aqueles que receberem a segunda chance dentro de 210 dias antes da viagem terão a entrada permitida.

Isso significa que os viajantes que receberam a segunda injeção durante o mês de agosto, por exemplo, poderão visitar a Áustria até maio de 2022 e a Croácia apenas até março de 2022.

Vários governos, incluindo os EUA e o Reino Unido, estão agora discutindo a ideia de jabs de reforço, depois que foi descoberto que a imunidade proporcionada pelas vacinações parece diminuir um pouco com o tempo, embora a proteção das vacinas contra sintomas graves permaneça alta.

As autoridades de saúde federais dos Estados Unidos recomendaram vacinas de reforço para todos os adultos já totalmente vacinados com as vacinas Pfizer ou Moderna (e possivelmente aqueles imunizados com Johnson & Johnson também), mas ainda existem algumas divergências científicas sobre isso.

A OMS criticou a decisão de dar aos cidadãos americanos uma terceira chance, enquanto a maioria das pessoas ao redor do mundo não teve nem mesmo uma. O governo do Reino Unido afirma que iniciará um programa de reforço em setembro para aqueles que receberam inicialmente as vacinas. 

A autoridade de saúde do Reino Unido também disse que as vacinas projetadas especificamente para variantes preocupantes ainda não estariam disponíveis no outono do hemisfério norte, mas seriam consideradas assim que estivessem disponíveis. A questão de misturar vacinas foi levantada, mas uma decisão ainda não foi tomada (pessoas recebendo uma vacina de reforço diferente daquela de sua primeira e segunda injeções).

 

Veja mais neste Site

Veja esta e mais NotÍcias

Leave a Reply