+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login
+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login

Notícias de última hora: SA descarta PCRs!

 1,452 total views,  2 views today

Publicado:23/03/2022


“Conseguimos, não há mais PCR para viajantes totalmente vacinados.”

Estas foram as palavras jubilosas do CEO do Conselho Empresarial de Turismo da África do Sul, Tshifhiwa Tshivhengwa , que – junto com órgãos da indústria como FEDHASA e SATSA – há muito faz lobby para que os testes caros e arriscados sejam descartados.

Em seu último discurso à nação no início desta noite (22 de março), o presidente Cyril Ramaphosa anunciou mudanças nos regulamentos de bloqueio do Nível de Alerta 1, que incluíam um anúncio de que os viajantes internacionais que entrassem na África do Sul agora precisariam apenas mostrar prova de vacinação ou obter um Teste de PCR. O requisito anterior para que os viajantes vacinados também tenham um teste PCR negativo realizado dentro de 72 horas após a chegada foi abolido.

Ele acrescentou: “Todos os viajantes não vacinados que entrarem no país que desejam ser vacinados receberão uma vacina”.

Outras mudanças bem-vindas nos regulamentos incluem que as máscaras não são mais obrigatórias ao ar livre e que os locais internos e externos agora podem ocupar até 50% de sua capacidade.

Isso desde que o critério de entrada no local seja um comprovante de vacinação ou um teste COVID-19 com menos de 72 horas.

Outro obstáculo

Outro obstáculo a superar são os projetos de regulamentação  emitidos pelo Departamento de Saúde na semana passada, que, no seu formato atual, continuam a colocar obstáculos desnecessários ao crescimento do turismo na África do Sul, segundo Rosemary Anderson , Presidente Nacional da FEDHASA.

“Os projetos de regulamentos mantêm restrições sem sentido que não são mais adequadas, como verificações de temperatura, listas de registro de clientes e outras restrições que já provaram não ser uma maneira útil de impedir a propagação do COVID. É como se tivéssemos voltado para o início da pandemia”, destacou Anderson.

Existe uma cláusula adicional (15 B) que exige que qualquer viajante que saia da África do Sul tenha em sua posse um certificado de vacinação válido ou teste PCR negativo até 72 horas antes da partida, independentemente dos requisitos do país de destino.

 

Veja mais neste Site

Veja esta e mais NotÍcias

Leave a Reply