+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login
+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login

Itália estende prazo da segunda dose de Pfizer e Moderna para 42 dias

 722 total views,  2 views today

Publicado em: 12/04/21


O ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, anunciou esta segunda-feira a extensão do prazo da inoculação da segunda dose das vacinas da Pfizer e da Moderna dos atuais 21 dias para 42 dias. O governante revelou ainda que as vacinas da AstraZeneca que forem rejeitadas pelos italianos estarão disponíveis para quem tiver mais de 60 anos e as aceitar sem reservas.

Numa entrevista publicada hoje no italiano La Repubblica, o ministro indicou que a Agência Italiana de Medicamentos (AIFA) dá a possibilidade de a segunda dose ser administrada passados 42 dias, o que irá permitir “recuperar duas ou três semanas, o que pode ser útil nesta fase. É um passo em frente”. 

A prioridade de vacinação, nesta altura, vai para as pessoas com mais com de 80 anos. Depois serão inoculadas as pessoas que têm entre 70 e 79 anos e, em algumas semanas, os maiores de 60 anos poderão deslocar-se aos centros de vacinação para receberem as vacinas das AstraZeneca que não tenham sido distribuídas. 

Roberto Speranza deixou a garantia que todas as pessoas com mais de 80 anos já terão sido vacinadas até ao final de abril e que no final de junho será possível garantir que todos os maiores de 60 anos já terão recebido também a vacina contra a Covid-19. 

O governante deixou ainda um apelo a que seja mantida cautela durante o mês de abril para controlar a pandemia de Covid-19, pese embora a vacinação permita “olhar para o futuro com confiança”. 

Em maio “pode haver condições para aplicar medidas menos restritivas, semelhantes às das zonas amarelas” ou de baixo risco, mas “é preciso ser muito cauteloso e prudente” e fazê-lo “aos poucos”, disse.

Fonte: 

Notícias ao Minuto Brasil (@noticiaminutobr) | Twitter

Leave a Reply