+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal
pt Portuguese

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login
+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal
pt Portuguese

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login

INATUR defende tarifas promocionais no sector do turismo

Publicado em 23 Setembro 2020 pelo Jornal Noticias


O SECTOR privado e público devem trabalhar em conjunto para praticar tarifas promocionais nas passagens aéreas a nível doméstico, defende Jeremias Manussa, director do Instituto Nacional do Turismo (INATUR).

As promoções devem incluir a hospedagem e restauração,com vista a reanimar a actividade no país durante e depois da pandemia da covid-19, disse.

Manussa defendeu esta asserção ontem (22), em Maputo, durante o debate subordinado ao  tema “Sector de Turismo no Novo Normal: Desafios e Perspectivas Impostas ao Sector Público em Moçambique”, parte integrante das celebrações do Dia Mundial do Turismo que se assinala a 27 de Setembro.

A pandemia da covid-19, que levou ao fechode fronteiras e cancelamento da maioria dos voos internacionais, forçou o encerramento temporário de mais de 80%dos estabelecimentos turísticos e deixou no desemprego cerca de 11 mil trabalhadores.

“Acreditamos que o turismo internacional foi o alicerce ao longo destes anos. Neste momento temos estado a trabalhar seriamente com o sector privado e com as outras instituições do Estado no sentido de podermos reduzir ou colocar preços mais competitivos tanto na componente de hotelaria e restauração assim como na de viagens”, afirmou.

Reconheceu que é um processo longo e penoso, pois tudo indica que ainda vai levar algum tempo para que tudo volte a normalidade.

Por isso, a decisão mais correcta, disse Manussa, seria apostar no turismo doméstico para que os cidadãos nacionais façam mais viagens dentro do país, algo que também poderá ajudar a aumentar os níveis de arrecadação de receitas para o Estado.

O director também apontou como desafios a fraca capacidade dos profissionais nacionais ligados a área do turismo comparativamente aos outros de países da região, bem como a qualidade dos serviços prestados.- (AIM)

Fonte: Jornal Noticias

Leave a Reply

0 Shares 94 views
Copy link
Powered by Social Snap
Login