+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login
+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login

Avião despenhou-se no Báltico com tripulantes já mortos a bordo

 274 total views,  6 views today

Publicado:05/09/2022


A despressurização da cabine terá sido a causa do acidente. Os tripulantes já estariam inconscientes ou mortos antes da queda.

Um jato privado despenhou-se, ao final da tarde deste domingo, perto da Letónia, em pleno mar Báltico. A aeronave Cessna 551 — que já tinha 43 anos — partiu de Jerez de la Frontera, no sul de Espanha, e tinha como destino Colónia, na Alemanha.

A última vez que o comandante do avião tinha comunicado com terra foi na altura em que se preparava para entrar em França. O piloto avisou que a cabine tinha despressurizado e, daí em diante, todas as tentativas de comunicar com a aeronave foram falhadas.

A bordo seguia uma família alemã, proprietária da aeronave. O pai tinha 72 anos, a sua mulher tinha 68 anos e a filha tinha 26 anos. Seguiria também a bordo um homem de 27 anos, que não tinha relações de parentesco com os restantes passageiros, descreve o El País.

O portal FlightRadar24, que acompanha as rotas dos aviões em direto, registou a trajetória do Cessna 551, que depois de passar Colónia, seguiu em piloto automático, em linha reta, até se despenhar no Báltico. Cerca de 290 mil assistiram em direto à queda do jato privado através do site.

A NATO mobilizou caças para acompanhar a trajetória do avião, que se despenhou em circunstâncias misteriosas, escreve o Público. O avião privado voou durante 4 horas e 51 minutos, após ter descolado por volta das 14h56 e caído às 19h45.

Segundo a Reuters, as autoridades relataram que os pilotos dos caças não conseguirem ver ninguém no cockpit da aeronave.

As autoridades acreditam que a despressurização da cabine terá levado à perda de sentidos ou até morte dos tripulantes e do piloto ainda antes da queda.

“Soubemos que o avião se despenhou (no oceano) a noroeste da cidade de Ventspils, na Letónia”, avançou um porta-voz dos serviços de salvamento da Suécia. “Desapareceu do radar”.

A aeronave foi acompanhada no espaço aéreo sueco até esgotar o combustível e, eventualmente, ter caído ao mar. Entretanto, a Letónia já enviou navios para o local do acidente para busca e salvamento. O Centro de Resgate Marítimo e Aéreo da Suécia também enviou vários helicópteros e aeronaves para o local.

 

Veja mais neste Site

Veja esta e mais NotÍcias

Leave a Reply