+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login
+258 84 422 6560 Info@safetravel.co.mz       | B2B Portal

Login

Sign Up

After creating an account, you'll be able to track your payment status, track the confirmation and you can also rate the tour after you finished the tour.
Username*
Senha*
Confirmar Senha *
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento *
Email*
Celular*
País*
* Creating an account means you're okay with our Terms of Service and Privacy Statement.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Already a member?

Login

“Amigos de tão perto.” Costa destaca “fim dos vistos” com mobilidade na CPLP

 3,155 total views,  2 views today

Publicado:09/12/2021

O primeiro-ministro sublinha que a mobilidade entre os países permite “sermos mais próximos na nossa amizade”.

António Costa ratificou esta quinta-feira o acordo de mobilidade entre os Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) A partir de 2022, os cidadãos destes países podem circular livremente, como acontece na União Europeia, e o primeiro-ministro destacou a importância política para que os países “sejam cada vez mais próximos na amizade”.
Depois de Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe terem aprovado o acordo, este era o passo que faltava para a mobilidade entre os nove países da CPLP passasse do papel para a realidade, já que eram necessário que três dos nove estados-membros dessem o “sim” final ao documento.
Na cerimónia, que decorreu na sede da CPLP em Lisboa, António Costa destacou que “este não é mais um acordo”, mas sim “um ato de afirmação política da comunidade”.
Quando se celebram 25 anos da CPLP, o primeiro-ministro sublinhou que, a partir de 1 de janeiro, já não será preciso vistos para circular. “É muito difícil percebermos porque é que temos de pedir e mostrar o visto, quando sentimos que fazemos parte da mesma comunidade”, acrescentou.
António Costa recuou aos tempos do Governo de António Guterres, quando foi ministro da Justiça e da Administração Interna, e recordou uma viagem com o atual secretário-geral da ONU a São Tomé e Príncipe.
“Quando chegámos, havia um conjunto de crianças que cantou uma canção de boas vindas. Tinha um verso que nunca esqueci, e que simboliza a relação entre os nosso povos: “Vizinhos de tão longe e amigos de tão perto””, acrescentando que o acordo de mobilidade permite isso mesmo, “sermos mais próximos na nossa amizade”.
O acordo de mobilidade para a CPLP foi aprovado na mais recente cimeira da organização e já foi ratificado por quatro dos nove países que integram a comunidade lusófona, atualmente presidida por Angola.
Aos Estados é facultado um leque de soluções que lhes permitem assumir “compromissos decorrentes da mobilidade de forma progressiva e com níveis diferenciados de integração”, tendo em conta as suas próprias especificidades internas, na sua dimensão política, social e administrativa.

 

Veja mais neste Site

Veja esta e mais NotÍcias

Leave a Reply